Acesso à pista foi descoberto pela polícia no dia 20 de outubro; três traficantes já haviam sido presos
csm_30102018_drogas_aviao_apreendido_vitoria_da_conquista_bahia_foto_ssp_divulgacao_b1c115c521_45b66af0f6
A Polícia Civil encontrou, na tarde de segunda-feira (29), Rogério dos Santos Silva, 43 anos, que é acusado de construir uma pista clandestina para receber aviões com drogas dentro de uma fazenda, em Vitória da Conquista.
O acesso à pista foi descoberto pela polícia no dia 20 de outubro. Na ocasião, uma aeronave acabou apreendida e três traficantes foram presos em flagrante: os paraenses Diogo Túlio Pereira Dionísio (piloto) e Francisco Cleiton Passos de Oliveira, além do baiano Lázaro Santos Sacerdote.
csm_30102018__responsavel_por_pista_que_recebia_avioes_com_drogas_e_preso_416e41e985Em depoimento à polícia, Rogério confessou ter construído a pista
(Foto: Divulgação/SSP)
Equipes da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), de Vitória da Conquista, capturaram Rogério em um sítio, no Parque Imperial, próximo da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).
Dentro do imóvel foram apreendidos um revólver calibre 38, munições, um veículo modelo Sandero, uma certa quantia em dinheiro e celulares. Em depoimento, ele confessou ter construído a pista clandestina.
No dia 20 de outubro, os policiais civis, após cerca de um ano meio de investigação, acharam o acesso, dentro de uma fazenda, na região da Baixa do Cocá. Segundo a polícia, a quadrilha buscava pasta base de cocaína, na Bolívia, passava pelo Pará e depois distribuía para outros estados brasileiros.
O avião monomotor prefixo PR-OIE foi alcançado antes de decolar. Três homens acabaram presos e falaram que traziam pasta base de cocaína, da cidade de Itaituba, no Pará.
Rogério foi autuado por associação criminosa e porte ilegal de arma. “As diligências continuam. Vamos chegar a outros integrantes”, informou o titular da 10a Coorpin, delegado Cléber Rocha Andrade.
RTEmagicC_c6cebb5f20.gif