Agência Brasil - ABr - Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Cinco milhões e meio de estudantes devem fazer as provas do Enem em 2018. E com atenção redobrada para os relógios.
O cartão de confirmação já está disponível na internet. Não é obrigatório levar no dia da prova, mas é sempre bom imprimir porque lá estão as informações sobre local e horário. “Tirei uma foto e mandei para o meu pai, para a minha mãe, para todo mundo”, disse o estudante Roberto Brayner.
Pela primeira vez, o horário de verão começa no primeiro dia de provas do Enem. Antes, havia uma, duas semanas de diferença. O aluno tinha um tempo de adaptação. Agora, não. Agora, as duas datas coincidem. Então, é preciso ficar ligado no relógio para não perder as provas.
A partir de domingo (4), o Brasil passa a ter quadro fusos diferentes. Por isso, os estudantes têm que ficar atentos com a abertura e o fechamento dos portões, que vão seguir a hora de Brasília.
No Sul, Sudeste, Goiás e Distrito Federal, a abertura será ao meio-dia, e os portões fecham às 13h. No Nordeste, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e parte da região Norte, os portões abrem às 11h, horário local, e fecham ao meio-dia.
Em parte de Amazonas, Rondônia e Roraima, os portões abrem às 10h e fecham às 11, na hora local. No Acre e em 13 municípios do Amazonas, o horário será às 9h, fechando às 10h, também horário local.
O estudo também não pode ficar de lado. Seis mil alunos de Pernambuco participaram de um aulão no Recife. “A gente está acostumado a estudar na nossa sala e aqui a gente tem a oportunidade de interagir com outras pessoas, de ouvir as dúvidas delas e a gente irar as nossas. Isso é ótimo”, afirma uma estudante.
Clique aqui para ver o mapa com os horários do Enem por estado e saber todas as informações sobre a prova.
G1