Cowley foi um dos envolvidos no ataque ao ônibus do Ultimate às vésperas do UFC 223
mcgregorMcGregor e Cian Cowley (à direita) são companheiros de equipe — Foto: reprodução/Instagram
Após dois nocautes consecutivos – o último contra Hardeep Rai, na última sexta-feira -, Cian Cowley, companheiro de sparring de Conor McGregor, não quer saber de descansar. “The Warrior” espera retornar ao cage no Brave 20, marcado para 22 de dezembro, na Índia.
– Outro nocaute no primeiro round pelo Brave. Obrigado a todos que me apoiaram. Eu vejo tudo que é postado por aqui e sou muito grato por isso. Meus treinamento e a minha mentalidade estão se desenvolvendo rapidamente e consegui me cercar apenas de pessoas que são verdadeiras comigo. Essa é a vida que eu sempre quis viver. Eu vou até o fim com isso e não irei parar. Obrigado a todos! Mohammed Shahid, quero lutar de novo em 22 de dezembro – declarou o atleta da academia SBG, um dos integrantes da confusão envolvendo McGregor no fatídico episódio do ataque ao ônibus do UFC.
Vinicius Bohrer vai lutar no KSW 46
Integrante da academia Tatá Fight Team (TFT), Vinicius Bohrer vai estrear no KSW. O atleta vai até a Gliwice, na Polônia, dia 1º de dezembro, para enfrentar Roberto Soldic, campeão dos meio-médios, pela edição 46 do evento. O confronto, porém, será em peso-combinado (80kg), ou seja, o título não estará em jogo. A informação foi divulgada pelo “MMA Fighting”, e confirmada pelo Combate.com.
O bósnio acumula 14 vitórias e três derrotas em sua carreira no MMA. Em sua última luta, em outubro, ele nocauteou Dricus Du Plesses, para quem havia perdido em abril. Bohrer, por sua vez, bateu Taffarel Brasil no WOCS 50, em maio.
Combate