A chapa petista moveu mais duas onde questionam o suposto envolvimento em uma rede de produção e circulação de fake news
Bolsonaro-1-538x320
A Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) solicitou o arquivamento das duas ações movidas antes do segundo turno pelo Partido dos Trabalhadores (PT), que pedia a cassação da chapa formada por Jair Bolsonaro (PSL) e general Hamilton Mourão (PRTB).
Segundo os pareceres enviados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os donos da Havan e Komeko usaram seus poderes para solicitarem aos funcionários que votasse no candidato do PSL no segundo turno das eleições presidenciais.
Além das ações citadas, a chapa petista moveu mais duas onde questionam o suposto envolvimento em uma rede de produção e circulação de fake news contra a campanha petista e o uso de outdoors durante o pleito.
Varela Noticias