carteira-de-trabalho
Apesar da crise financeira que continua impedindo o crescimento e minando gestões de estados e municípios pelo Brasil afora, Juazeiro (BA) mantém a geração de empregos  diretos. E como já se tornou rotina nos últimos anos, os números do Ministério do Trabalho, através do Caged, colocam mais uma vez o município em destaque na geração de emprego.
Conforme atesta o ranking de empregos formais do Caged, somente no ano de 2018 já são mais de 4.200 vagas no saldo em relação ao ano anterior, um recorde na geração de empregos, com destaque para a agropecuária e indústria de transformação, o que leva Juazeiro ao 1° lugar no interior da Bahia.