IMAGEM_NOTICIA_original
A Petrobras reduziu em 4,7% o valor do gás e cozinha vendido em botijões grandes ou a granel, consumidos por indústrias e comércio. A redução não atingiu o preço dos botijões residenciais. Esta foi a terceira redução seguida no preço no gás industrial, que acompanhou a queda das cotações internacionais do petróleo e o recuo do câmbio após a eleição.
Desde o início do mês de novembro, quando a estatal iniciou o ciclo de quedas, o preço do produto acumula retração de 18,3%, de acordo com a Folha de S. Paulo. Os cortes foram suficientes para reverter a alta acumulada no meio deste ano, e a previsão é de que o preço do gás industrial feche 2018 em queda de 11% em comparação com o valor em que o produto fechou o ano passado. Durante todo este ano, o produto totalizou 11 reajustes, seis cortes e cinco aumentos.

Bahia Noticias