Caso ocorreu em Vitória da Conquista. Conselho de Odontologia afirmou que local onde dupla atuava era insalubre, com alto risco de transmissão de doenças infectocontagiosas.
arv2
Dois homens foram presos em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, pelo exercício ilegal da profissão de cirurgião-dentista. De acordo com o Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA), as prisões ocorreram na quarta-feira (27), e a ação contou com apoio da Polícia Militar.
De acordo com o presidente do Conforme o Conselho, Marcel Arriaga, os homens, de 48 e 66 anos, foram denunciados pela atuação ilegal da profissão. Ambos não possuem diplomas, nem inscrição no Conselho.
Além da ilegalidade na atuação, no consultório onde a dupla atuava foram encontrados equipamentos e instrumentos de uso exclusivo do cirurgião-dentista. o material foi apreendido.
O Conselho apontou, ainda, que o consultório está em condições insalubres, com equipamentos e instrumentos que possuem alto risco de transmissão de doenças infectocontagiosas.
A reportagem tentou, mas não conseguiu confirmar com a Polícia Civil se os homens foram liberados ou seguem presos. Eles vão responder pelo exercício ilegal da profissão de odontologia e, se condenados, podem pegar de seis meses a dois anos de prisão.

G1/BA