A ideia é é que voltem a trabalhar na atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS) por um período de dois anos
76473governo-deve-mudar-mais-medicos-mais-uma-vez-e-reincorporar-cubanos-3-550x259
O governo federal pretende editar, em agosto, a medida provisória do Mais Médicos para reincorporar médicos cubanos ao programa.
Devido ao rompimento do acordo de colaboração entre Brasil e Cuba, eles tiveram que deixar o programa. Mas, a ideia é que voltem a trabalhar na atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS) por um período de dois anos. Terminado esse prazo, precisarão revalidar o diploma.
A estimativa é de que 2 mil dos 8 mil profissionais que vieram para o Brasil permaneceram aqui depois do fim do acordo, muitos na esperança de serem readmitidos no SUS. Cerca de 700 médicos têm a situação regularizada, porque se casaram com brasileiros. Somente os cubanos que trabalharam no Mais Médicos e permaneceram no país teriam direito à reincorporação, por meio de um credenciamento.
O esboço da nova proposta para o programa deverá ser apresentado a parlamentares nesta semana.

Varela Noticias