Governadores do Nordeste pedem autorização para que formados em medicina no exterior possam atuar no Brasil

Governadores do Nordeste pedem autorização para que formados em medicina no exterior possam atuar no Brasil

Governadores do Nordeste pedem autorização para que formados em medicina no exterior possam atuar no Brasil
Crédito da Foto: divulgação/GOV BA
Os nove governadores do Nordeste enviaram uma solicitação ao governo federal, nesta sexta-feira (17/4), pedindo a autorização para que os brasileiros formados em medicina no exterior possam atuar dentro do país. 
A carta assinada pelos governantes resulta de uma recomendação do Comitê Científico do Consórcio do Nordeste, para que seja criada uma Brigada Emergencial de Saúde. O objetivo seria ampliar o quadro de profissionais de saúde, para combate e prevenção à pandemia do novo coronavírus.
Segundo o governador da Bahia, Rui Costa (PT), que também atua como presidente do Consórcio do Nordeste, estima-se que, pelo menos, 15 mil profissionais da medicina estejam nessa situação. A proposta dos governadores é que os médicos formados no exterior atuem sob supervisão e com registro de trabalho provisório, e que a validação dos diplomas ocorra por meio de programa de complementação curricular e de avaliação na modalidade ensino-serviço.
Rui também afirmou que a proposta considera o número reduzido de médicos no Brasil, tido como abaixo do quantitativo adequado, se comparado a outros países com sistema público de saúde. Citou, ainda, a má distribuição desses profissionais no país, com número menor atuando em regiões do Nordeste e no interior dos estados.

Fonte : aratuon

Postar um comentário

0 Comentários