Vídeos mostram falta de profissionais, leitos de UTI e corpos deixados em corredores em Manaus

Crédito da Foto: ilustrativa/Pexels
Alguns vídeos gravados em hospitais da cidade de Manaus, no Amazonas, mostram como está o sistema de saúde da região com a pandemia do novo coronavírus. O último boletim divulgado pelo ministério da Saúde, neste sábado (18/4), mostra que o Estado tem uma das maiores taxas de letalidade do país: 8,5%, com 1.897 casos e 161 mortes.
Um dos vídeos foi divulgado por Wollace Lima, em seu perfil no instagram. As imagens mostram o pai dele em uma maca, mas não há nenhum médico, enfermeiro ou técnico de saúde da sala. "Meu pai acabou de falecer no SPA do são Raimundo por negligência médica. Tá abandonando esse hospital", desabafou.
De acordo com o UOL, apenas um profissional estava atendendo na unidade no dia em que o vídeo foi gravado. Outro, que não quis se identificar, disse que diversas pessoas que trabalhavam na unidade se infectaram com a Covid-19 e, por isso, os outros colegas que estão em outros centros de saúde da cidade não querem ser transferidos para lá.




Não para de morrer gente", confessa uma enfermeira em uma filmagem revelada pela revista Forúm. A mulher mostra carros de funerária no hospital e diz que há diversos mortos na unidade.
Ela pede, chorando, que o governador Wilson Miranda Lima (PSC), abra mais vagas em hospitais porque, segundo ela, "não tem mais vagas em lugar nenhum". A profissional fez o vídeo na porta do SPA Alvorada, localizado no bairro de mesmo nome em Manaus.


Outro vídeo, publicado na Folha de São Paulo, mostra a situação do Hospital Estadual João Lúcio. Há corpos esperando a remoção em corredores e salas, ao lado de pacientes e macas no chão. A capital é a única cidade com UTI no Amazonas, o estado com a mais alta taxa de incidência do novo coronavírus do país.
Segundo a reportagem, o local das imagens foi corroborado por três fontes independentes. Além disso, é possível ver o nome do hospital em dois avisos afixados em macas. Uma das fontes indicou que o vídeo foi gravado nesta quarta-feira (15/4).


Fonte: aratuon