dados8

No boletim desta segunda-feira (08), a Secretaria da Saúde informa que nas últimas 24h registrou mais nove novos casos e lamenta mais um óbito pela COVID 19. Os pacientes diagnosticados pela doença são seis policiais militares. Estes fizerem o teste rápido através do mapeamento do status imunológico que teve inicio nos profissionais de saúde e agora está acontecendo nas forças de segurança. Os outros três pacientes não são de profissionais testados pelo mapeamento.
A SESAU lamenta informar que registra mais um óbito em decorrência da doença, de um jovem de 27 anos que tinha a obesidade com comorbidade. O mesmo estava internado na ala particular do Hospital Promatre e faleceu na noite deste domingo (07). Todos os casos tiveram resultado por meio do Teste Rápido. As idades dos casos confirmados são de 19 a 57 anos. Dos nove casos, oito são do sexo masculino e um do sexo feminino.
Para o novo coronavírus, Juazeiro tem 1.066 notificações sendo que 801 exames já foram descartados por testarem negativo para a doença e outros 125 estão aguardando resultado ou coleta. Com os dados desta segunda-feira, Juazeiro registra 140 casos confirmados da doença sendo que 49 já estão recuperados, ou seja, com cura clínica. Do total de casos confirmados, 61 são do sexo feminino, 79 do sexo masculino e deste quantitativo, 40 são profissionais de saúde.
Para o H1N1 não há alteração nos dados, permanecem as 73 notificações com confirmação de 18 casos, incluindo dois óbitos. Os demais pacientes positivos para H1N1 estão em seus domicílios e sem gravidade, uma vez que existe tratamento para a enfermidade. Estão em investigação 28 exames e outros 27 já foram descartados.
A secretaria permanece testando e monitorando pacientes de acordo com as diretrizes e normas técnicas do Governo do Estado da Bahia e do Ministério da Saúde, por isto o aumento considerável nas notificações para a doença. Qualquer dúvida referente à COVID 19 a população pode tirar através do WhatsApp (74) 99819- 3089 em horário comercial e dias úteis de segunda a sexta-feira.

Débora Sousa/SESAU