Ministro da Justiça pede abertura de inquérito para apurar suposta ofensa a Bolsonaro em charge com símbolo nazista

Crédito da Foto: Advocacia Geral da União
O novo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, pediu a abertura de um inquérito para apurar uma suposta ofensa ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por conta de uma charge. O pedido foi feito nesta segunda-feira (15/6).
Na imagem, uma suástica, símbolo nazista, é usada para se referir ao presidente. A charge foi publicada no perfil do jornalista Ricardo Noblat, no Twitter.


A investigação para apurar a conduta dos responsáveis pela publicação foi solicitada à Polícia Federal (PF) e à Procuradoria-Geral da República (PGR), com base no Artigo 26 da Lei de Segurança Nacional. O documento prevê pena de um a quatro anos de reclusão para quem caluniar ou difamar o presidente da República, ou do Senado Federal, da Câmara dos Deputados ou do Supremo Tribunal Federal. 


Após a divulgação do pedido, o jornalista Ricardo Noblat criticou a ação. "Depois do inquérito das fake news, os bolsonaristas se converteram em defensores da liberdade de expressão. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra. Em todo caso, espero que eles me socorram se eu for processado por ter reproduzido uma charge que desagradou ao presidente", escreveu ele, na rede social.

Fonte: aratuon