20200422164945609765e
Nos últimos dias tem aumentado em Senhor do Bonfim o número de pessoas que procuram a delegacia, para reclamar que de forma indevida, alguém teria feito uso indevido dos documentos pessoais das vítimas.
Um jovem de 27 anos de idade, relatou que uma outra pessoa, utilizando seus documentos pessoais, teria se cadastrado via aplicativo da Caixa Econômica Federal, no programa assistencial do governo federal.
Quando se dirigiu até a casa lotérica para fazer o saque do seu benefício, uma vez que ele também havia se cadastrado, foi informado que o benefício já havia sido sacado. Surpreso com a informação, ele solicitou um extrato, e a funcionária teria respondido que ele não teria direito ao extrato, porque a conta era virtual.
Agora fica as perguntas: se a conta é virtual, será que o dinheiro também não seria?
Quando o beneficiado vai fazer o saque, o pagamento não deve ser feito apenas mediante a apresentação da carteira de identidade?

O certo é que o pagamento do auxílio emergencial já virou caso de polícia em Senhor do Bonfim.

Ivan Silva Notícias