Deputados bolsonaristas reapresentam projeto que prevê castração química para estupradores

Deputados bolsonaristas reapresentam projeto que prevê castração química para estupradores




Deputados bolsonaristas reapresentam projeto  que prevê castração química para estupradores
Crédito da Foto: reprodução/Agência Brasil

Um projeto que prevê a castração química para estupradores, de autoria do presidente Jair Bolsonaro, protocolado em 2013, quando ele ainda era deputado federal, foi reapresentado por aliados do governo nesta terça-feira (18/8). A discussão acontece na mesma semana em que uma criança de 10 anos interrompeu a gravidez após ter sido estuprada por um tio. 
A castração química é um tratamento hormonal que bloqueia a testosterona, diminui a ereção e inibe o desejo sexual. O filho do presidente da República, Eduardo Bolsonaro, Carla Zambelli e Filipe Barros, todos do PSL, foram os responsáveis pelela retomada do projeto. 
A proposta prevê a punição para aqueles que cometerem o crime contra menores de idade. A pena seria aumentada e a castração química seria um mecanismo para o regime de progressão. Antes de ser colocado em pauta, o porjeto nunca havia passado da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Fonte: ARATUon

Postar um comentário

0 Comentários