Pesquisadores apontam caso de reinfecção pelo novo coronavírus em São Paulo
Crédito da Foto: ilustrativa/Pexels
Uma técnica de enfermagem, de 24 anos de idade, foi reinfectada pelo novo coronavírus após ficar quase 40 dias sem apresentar sintomas da Covid-19, segundo um estudo realizado por pesquisadores do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto, e enviado ao SBT Jornalismo nesta quinta-feira (6/8).
A primeira vez que a paciente testou positivo para a doença foi em maio deste ano. Naquela ocasião, ela manifestou sintomas leves e demorou dez dias para se recuperar. Porém, em 27 de junho, quando fazia mais de um mês desde que havia voltado ao trabalho, a mulher começou a sentir dor de garganta, nariz congestionado e dor de cabeça  intensa outra vez e, portanto, resolveu passar por mais um exame para Covid-19. O novo diagnóstico positivo saiu em em 7 de julho.
Na visão dos pesquisadores, "isso é um evento extremamente raro, se fosse um evento comum, milhões de casos semelhantes teriam sido identificados pelo mundo". Quando souberam que a jovem estava com a Covid-19 novamente, cogitaram, por exemplo, que ela não havia se curado completamente em maio, mantendo o novo coronavírus em seu organismo. Mas, ao analisarem o quadro clínico dela, concluíram que tudo indica uma segunda infecção.
"A história clínica dele não sugere uma mesma doença persistente, tão pouco o segundo resultado positivo pode ser atribuido a um resultado residual", afirmam os pesquisadores.

Fonte : Aratuon