Os beneficiários do programa emergencial do governo federal durante a pandemia da covid-19 vão receber pagamentos, na conta digital da Caixa Econômica Federalaté o dia 29 no mês de dezembro. Porém, quem nasceu entre janeiro e outubro terá o presente de Natal antecipado. De hoje (15) até o feriado natalino, o banco pagará para nascidos em sete meses diferentes.

Nesta quarta-feira (16) será a vez das pessoas que nasceram em abril receberem os depósitos da 9ª parcela do benefício.

Quem nasceu em maio será contemplado, por sua vez, nesta quinta-feira (17). Nesta sexta-feira (18), será vez dos nascidos em junho ganharem acesso ao valor correspondente à parcela pelo aplicativo Caixa Tem.

Para aqueles que nasceram em julho e em agosto, o domingo (20) será recheado. A Caixa fara o depósito das parcelas para os dois grupos de beneficiários.

Quem nasceu em setembro vai receber o valor na conta digital na segunda-feira (21). E quem nasceu em outubro, na quarta-feira (23).

Os demais paramentos serão realizados no dia 28, para quem nasceu em novembro, e no dia 29, para os nascidos em novembro.

É importante lembrar que o valor de R$ 300, que faz parte do calendário Ciclo 6 do programa social, será liberado na conta digital da Caixa Econômica Federal. O valor poderá ser movimentando por meio do app Caixa Tem.

+ Auxílio: 9ª parcela é depositada para nascidos em maio nesta quinta-feira (17)

+ Publicado o calendário de saques de auxílio com pagamentos residuais até 27/1

Confira o calendário:

Calendário do Ciclo 6 de pagamentos do auxílio emergencial© Fornecido por IstoÉ Dinheiro Calendário do Ciclo 6 de pagamentos do auxílio emergencial

Até quando é possível sacar?

Os beneficiários do auxílio emergencial terão até 90 dias depois do crédito na conta poupança digital da Caixa para sacar o dinheiro. Há um calendário específico para os saques. Confira aqui:

Calendário de saques dos Ciclos 5 e 6© Fornecido por IstoÉ Dinheiro Calendário de saques dos Ciclos 5 e 6

Depois disso, o dinheiro retorna automaticamente para os cofres da União.

Apenas os 19 milhões de inscritos do Bolsa Família terão um prazo maior, até 270 dias (nove meses), para sacar o benefício.

Segundo a Caixa, a devolução de uma parcela para a União não interfere no pagamento das parcelas seguintes.


Fonte: Msn