A maioria Segunda Turma do Supremo Tribunal (STF) votou contra o recurso de procuradores da Operação Lava Jato e liberou o acesso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a mensagens que foram apreendidas na Operação Spoofing com conversas do ex-juiz Sergio Moro com procuradores, como Deltan Dallagnol. As informações são do G1.

O relator, ministro Ricardo Lewandowski, votou contra o recurso e foi acompanhado do voto dos ministros Nunes Marques e Cármen Lúcia. Edson Fachin discordou e pediu para esperar o julgamento em plenário do uso das mensagens. Ainda resta o voto do ministro Gilmar Mendes.

Lewandowski disse que autorizou que o ex-presidente tivesse acesso às mensagens devido a resistência dos procuradores de fornecer informações sobre as tratativas com autoridades dos Estados Unidos (EUA) para o acordo de leniência da Odebrecht. O ministro disse que parte das mensagens são “extremamente graves”.  Lewandowski ainda disse que a decisão não é referente à legalidade das menagens, o que vai ser discutido em outro processo.


Fonte:Msn