Até junho, serão enviados 14 lotes de insumo para a produção de 100,4 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford pela Fiocruz

Publicado em 07/02/2021 14h29
Primeiro lote do Ingrediente Farmacêutico Ativo chega ao Brasil

A Fiocruz tem previsão de entregar, em março, 15 milhões de doses da vacina - Foto: Ministério da Saúde

O primeiro lote do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para a produção da vacina da Covid-19 da AstraZeneca/Oxford chegou ao Brasil nesse sábado (6). Os insumos foram recebidos pelos ministros da Saúde, Eduardo Pazuello, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e pela presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade Lima, no Centro Tecnológico de Vacinas (CTV) do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), no Rio de Janeiro. A matéria-prima permitirá a produção de 2,8 milhões de doses.

“Estamos aqui na Fiocruz hoje cumprindo uma etapa fantástica que começou há 7 meses com a escolha do laboratório que nós íamos eleger como parceiros. Elegemos o laboratório da AstraZeneca e da Universidade de Oxford. Nesses sete meses de trabalho, nós estruturamos toda a Bio-Manguinhos, toda a nossa cadeia de produção, e a chegada hoje do IFA vindo da China nos permite o início da fabricação e vai marcar a mudança da nossa gestão em vacinar”, afirmou o ministro Pazuello.

O avião trazendo ao Brasil o IFA da vacina da AstraZeneca/Oxford saiu de Xangai, na China, na sexta-feira, às 7h35 (20h35 de quinta-feira, horário de Brasília), e pousou no Aeroporto Internacional do Galeão (RJ) às 18h20 desse sábado.

O contêiner contendo cerca de 90 litros do insumo, armazenado a -55°C, foi levado até a sede da Fiocruz.

Mais lotes

Além desse primeiro lote, ao longo de fevereiro o Brasil receberá mais duas cargas do insumo da vacina da AstraZeneca/Oxford - totalizando 15 milhões de doses neste mês. A Fiocruz tem previsão de entregar ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), em março, 15 milhões de doses da vacina.

Até junho, serão enviados 14 lotes de insumo para a produção de 100,4 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford pela Fiocruz.


Com informações do Ministério da Saúde