morte de Lampião completa 83 anos, nesta quarta-feira (28). Oito décadas depois, ainda surgem dúvidas sobre o que teria acontecido com o rei do cangaço.


© Reprodução/Senado Federal


Algumas versões dizem que Lampião e seu bando teriam sido envenenados, outras que o rei do cangaço na verdade teria morrido com 100 anos, em Minas Gerais. O mais provável é de que tenha sido morto a tiros por tropas policiais lideradas pelo coronel João Bezerra, no sertão sergipano. As cabeças de Lampião, seu par Maria Bonita, e de outros integrantes do bando foram arrancadas e expostas como prêmio, prática comum no cangaço.

Não é apenas sua morte que gera dúvidas. Virgulino Ferreira da Silva nasceu em Serra Talhada, no Pernambuco, mas a data é uma incógnita. Algumas possibilidades são 1897, 1898 e 1900. O apelido "Lampião" também possui algumas versões, entre elas a que possuía grande habilidade para o tiro e acabava iluminando a noite como um lampião. 

De qualquer forma, o rei do cangaço nasceu e deu o que falar. Passou a ser procurado pela polícia por atacar fazendas do sertão, roubar gados e cometer sequestros e assassinatos. Mas o Lampião também é visto como herói, já que o movimento do cangaço estava ligado à disputa por terras e à revolta contra a miséria no nordeste.



Fonte: MSN