O Partido dos Trabalhadores acionou o STF (Supremo Tribunal Federal) contra a privatização dos Correios pretendida pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A sigla pediu para fazer parte, como amigos da corte (amicus Curiae), numa ação que discute a inconstitucionalidade da medida. As informações são da colunista Carla Araújo, do UOL.

Em petição enviada ao Supremo, o partido disse entender ser inconstitucional a privatização dos serviços postais e correio aéreo nacional, concordando com a posição apresentada pelo Procurador-Geral da República, Augusto Aras, manifestada na terça-feira (6).

O PT diz concordar com o ponto apesentado por Aras e diz que “defende a inconstitucionalidade da aplicação das regras gerais de desestatização aos Correios, manifestando em defesa da interrupção do processo de privatização”.

A ação contra a privatização dos Correios está sob responsabilidade da ministra Cármen Lucia e foi ajuizada pela Associação dos Profissionais dos Correios (ADCap). Ainda não há data definida para julgamento da ação.

Fonte: MSN