A Prefeitura de Juazeiro (BA) tem organizado o plano municipal de retorno às aulas para que, em breve, os estudantes e professores possam voltar às salas de aulas de forma segura. Estruturado pela Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), em conjunto com a Secretaria de Saúde (Sesau), o planejamento está dentro das diretrizes da Resolução nº 02/21 do Conselho Nacional da Educação (CNE) e dependerá da imunização da comunidade escolar contra o coronavírus para ser colocado em prática.

Para reforçar o debate sobre o assunto, na segunda-feira (23) a Seduc realizou uma reunião virtual com representantes de diversos setores da sociedade civil, como coordenadores e gestores escolares, APLB Sindicato e Vigilância em Saúde, que integram uma comissão de planejamento. A pauta apresentada foi o planejamento de retorno das aulas presenciais no contexto da pandemia da Covid-19.

A reunião teve transmissão ao vivo pela plataforma Google Meet. Na oportunidade, foram pautadas as diretrizes nacionais do CNE, que apresentam diversas orientações sobre a implementação de medidas sanitárias para retorno das atividades presenciais nas escolas. As discussões vão continuar, através de novos encontros virtuais. A secretária de Educação e Juventude, Normeide Almeida, explicou que a ideia foi reforçar o diálogo ouvindo os colaboradores da educação e da saúde, avaliando de forma mais detalhada os aspectos amplos, de forma que seja possível fazer um retorno seguro para todos.

Nós temos ouvido diversos setores para o retorno das aulas presenciais. Continuamos trabalhando com foco no nosso primeiro objetivo, que é de preservar vidas. Essa reunião é muito importante como espaço de escuta e reflexões sobre o planejamento de retorno às aulas presenciais, a partir de múltiplas visões e de dados científicos. Ainda não há decisões tomadas sobre a data de retorno, que ainda está condicionada a parâmetros de saúde, mas continuamos trabalhando com as atividades remotas“, explicou Normeide.

Consulta aos pais

Paralelamente ao diálogo com integrantes da comissão, a Seduc também tem ouvido os pais e responsáveis por alunos da Rede Municipal. Está em andamento uma pesquisa quantitativa para saber o posicionamento dos responsáveis sobre o possível retorno presencial das aulas. Por meio de um formulário eletrônico criado pela Seduc e disponibilizado às escolas, os pais respondem, entre outras coisas, se concordam ou não com o retorno, e os resultados são monitorados pela Secretaria para avaliação.

.

Carlos Britto

Réplica: campoformosonoticias